MARCAS
VEJA TODAS AS MARCAS
Você está em: Portal > Revista > Evite varizes durante a gravidez
Assunto: Gravidez

Evite varizes durante a gravidez

01/12/2007 - Texto por Daniela Dias e Ana Paula Silva


A gravidez é um período de mudanças físicas e as futuras mamães enfrentam desafios para conseguir se manter bonitas. Neste período, as varizes estão entre as transformações corporais que mais exigem atenção. Cuidados na gravidez, que são simples podem evitar complicações ou até mesmo impedir o surgimento de varizes. A palavra variz (varix) significa serpente em latim. O nome vem do formato tortuoso e dilatado que as veias apresentam neste estado. 

Geralmente, as varizes acometem os membros inferiores e também pode surgir como ramificações pequenas, roxas ou avermelhadas, conhecidas como "vasinhos". Na maioria das vezes, as varizes aparecem em virtude do mau funcionamento das válvulas venosas que servem para bombear o sangue de volta ao coração. Por uma questão hormonal, as mulheres são as maiores vítimas das varizes. O progesterona, por exemplo, favorece a dilatação das veias. Por isso também, o aparecimento das varizes é mais frequente entre as gestantes. Segundo o ginecologista e obstetra dr. Felipe Dorgon, o desenvolvimento do útero é outro fator determinante. Ao crescer, o órgão exerce pressão sobre as veias da região pélvica e na cava inferior (responsável por drenar o sangue proveniente dos membros inferiores e da cavidade abdominal), aumentando a pressão sanguínea nos vasos das pernas.

A hereditariedade é preponderante quando se trata de varizes. "Minha mãe sempre sofreu com o problema, mas nunca imaginei que fosse ocorrer comigo", afirma a analista de sistemas Adriana Franco, de 38 anos. Ela, que engravidou a primeira vez aos 35 anos, diz não ter passado pelo problema antes da chegada do primeiro filho. Entretanto, após engravidar, a genética falou mais alto e suas pernas não voltaram a ter a aparência anterior.

As varizes que surgem na primeira gravidez costumam desaparecer após o parto. Em alguns casos, os sinais somem de três a quatro meses. Já aquelas varizes que se manifestam a partir da segunda gestação tendem a permanecer depois do nascimento do bebê. "O aumento de peso e a idade tornam a possibilidade de surgir varizes ainda maior" explica Rogério Abdo Neser, coordenador científico do Departamento de Cirurgia Vascular e Angiologia da Associação Paulista de Medicina. A sensação de queimação e o inchaço nas pernas, além de dor e cansaço, são alguns dos sintomas associados à complicação.

O tratamento para varizes depende do tipo e da quantidade de varizes existentes e deve ser indicado apenas por um especialista. Entre as intervenções estão escleroterapia química, comumente usada em casos de microvarizes, a laser escleroterapia, o laser endovenoso, por radiofrequência e a cirurgia. Quem pretende se livrar das varizes precisa ter paciência.

Segundo o angiologista, não há tratamentos indicados para varizes durante a gestação. A remoção cirúrgica é aconselhável após a última gravidez da mulher. Ela também precisa estar determinada a não ter mais filhos, porque o problema costuma se agravar a cada gestação. De acordo com dr. Neser, a cirurgia deve ser feita após o período de amamentação, nessa época os níveis hormonais são irregulares.

Prevenção e tratamento para varizes

O diagnóstico de varizes costuma ser simples, na maioria das vezes, detectado em um exame clínico. As pernas tendem a inchar e costuma ocorrer uma queimação, inclusive nos pés. Cansaço, sensação de peso e câimbras também fazem parte dos sintomas das varizes. Embora os tratamentos sejam vetados durante a gravidez, há alternativas fáceis para prevenir ou minimizar a dilatação das veias. Elas devem fazer parte da rotina, mesmo antes do surgimento do varizes:

  • Praticar exercícios diariamente, uma caminhada curta já ajuda, ao pisar, o sangue dos pés é bombeado para cima;

  • Evitar o excesso de pressão sobre as pernas;

  • Sempre que possível, sentar-se com as pernas elevadas para facilitar a circulação sanguínea;

  • A veia cava inferior está localizada no lado direito do corpo, deitar-se do lado esquerdo ajuda a diminuir a pressão sobre ela, melhorando a circulação;

  • Vestir meia elástica não elimina as varizes, mas previne o agravamento das que já existem e o surgimento de novas. Meias elásticas podem ser desconfortáveis, principalmente no verão, mas são imprescindíveis;

  • Não cruze as pernas ao sentar-se.

Publicação:
Dezembro 2007 - Edição: 30

Avaliar:(+ ) (- ) +-