MARCAS
VEJA TODAS AS MARCAS
Você está em: Portal > Revista > Medo do parto, superando a ansiedade
Assunto: Parto

Medo do parto, superando a ansiedade

01/01/2000

 

Medo de ficar sozinha

Previna-se
Dentre as muitas eventualidades com que a vida nos surpreende nos momentos delicados - e o parto sem dúvida é um deles - a ausência do pai da criança é uma para a qual a futura mamãe precisa estar preparada, especialmente se o trabalho dele exige viagens frequentes. Uma possível solução para o problema é pedir que pessoas de sua confiança (mãe, irmã, vizinha) a acompanhe no dia do parto, ou programá-lo para quando seu marido estiver por perto.

Medo das dores

Descanse
Uma dúvida frequente para as mamães, sobretudo as de primeira viagem, é quanto as dores que irão sentir. Não se preocupe: seu médico pode lhe ensinar exercícios de respiração e relaxamento que auxiliam a encarar esses incômodos. Além disso, caso ache necessário, existem cursos preparatórios para o parto cujo objetivo é simular as sensações causadas pelas contrações e a expulsão do feto. Dores fortes só são sentidas em trabalhos de parto muito rápidos, mas a anestesia de bloqueio, no parto normal, evita maiores incômodos.

Medo de não chegar a tempo no hospital

Organize-se
Escolha a maternidade com bastante antecedência e calcule quanto tempo a viagem de sua casa até lá pode demorar (não se esqueça de contar com os horários de pico!); tenha à mão os números dos telefones do pai do bebê e das pessoas mais chegadas; informe-se na maternidade sobre os documentos necessários e providencie-os o quanto antes; deixe preparadas as malas (a sua e a do bebê); e, sobretudo, não se apavore caso as contrações se tornem mais fortes de repente: ligue para a maternidade ou para seu médico e peça orientações.

Medo com relação à saúde do bebê

Relaxe
Com os avanços tecnológicos, é possível saber com bastante precisão se a saúde de seu filho está em ordem. A maioria das malformações são facilmente identificadas no começo da gestação por uma bateria de exames.

Medo de não reconhecer o momento do parto

Calma
Quando o grande momento está chegando, é natural que a futura mamãe fique um pouco ansiosa. Afinal, foram nove longos meses de espera. Tudo que ela não quer agora é confiar apenas na sorte para que as coisas transcorram normalmente. Mas, através de medidas simples, é possível ultrapassar esse período delicado sem traumas. Saiba como enfrentar alguns desses medos.

Veja os sintomas que prenunciam o nascimento de seu filho:

  1. O bebê para de se movimentar por um período superior a 24 horas;

  2. Perda do tampão e leve sangramento com secreções;

  3. Contrações uterinas (quando a barriga endurece) de 5 em 5 minutos;

  4. Ruptura da bolsa, com grande perda de água quente e de odor parecido ao da cândida.

Publicação:
Janeiro 2000 - Edição: 03

Avaliar:(+ ) (- ) +-