MARCAS
VEJA TODAS AS MARCAS
Você está em: Portal > Alô Bebê Blog

Assunto: Comportamento

Por que é tão importante ensinar responsabilidade aos pequenos?

13/03/2017 - Texto por Carolina Peres

Responsabilidade na infância

Responder pelas próprias ações é um valor muito importante por toda a vida do seu filho e também para todos que estão ao seu redor. As mamães devem se dedicar a esse compromisso e ensinar responsabilidades para as crianças conforme elas crescem. Você verá que, dessa forma, a rotina, a casa e até mesmo a cidade ficarão melhores!

Assumir responsabilidades vai mostrar para o seu pequeno que ele exerce um papel fundamental em determinada ação. Ele também vai perceber que a falta desse valor traz consequências que ele não gostaria de causar. Dessa forma, a criança passa a compreender que possui um valor único e que muita coisa depende dela para acontecer.

É claro que tudo isso é um processo que acontece enquanto o seu filho cresce, e está relacionado ao desenvolvimento, habilidades e limites pessoais, e não à faixa etária. Por isso, não compare o quão responsável o seu filho é com o colega ou com o irmão: ao invés disso, faça comparações com as semanas, meses ou anos anteriores.

O papel dos papais é o de estimular cada vez mais essa descoberta e nunca deixar o pequeno se esquecer do que já aprendeu. Tudo isso acontece muito lentamente, e os adultos precisam ter paciência para lidar, repetidas vezes se for preciso, com as novidades do universo infantil em prol de um mundo melhor.

Há vários tipos de responsabilidades que o seu pequeno tem que conhecer, desde a mais simples, como guardar os brinquedos, até as mais difíceis, como se planejar financeiramente. Saiba quais são cada uma delas e incentive-o ser cada vez mais responsável:

RESPONSABILIDADE COM TAREFAS E COMPROMISSOS

É o sentido mais comum de responsabilidade. Está ligado ao cumprimento de obrigações como organizar o quarto, levar o lixo para fora, estudar para uma prova, comer toda a refeição e muitas outras que fazem parte do dia a dia da criança.

Para que o seu pequeno se tornar cada vez mais responsável, você precisa delegar afazeres, explicar como devem ser cumpridos e dizer porque é importante. Por exemplo, se você precisa que ele dê comida ao bichinho de estimação da família, não mostre apenas onde o alimento fica guardado e qual é a quantidade certa para oferecer. Explique que, se o animal ficar com fome, ele pode apresentar um comportamento negativo, pode ter problemas de saúde e assim por diante. Deixe claro que, de agora em diante, essa tarefa é obrigação da criança.

Auxilie o seu filho das primeiras vezes, até perceber que ele já pode fazer tudo sozinho, e fique disponível para ajudar com as dúvidas que ele tiver. Nunca brigue com o pequeno se ele não tiver cumprido o dever ou tiver realizado a tarefa de forma equivocada. Prefira retomar a conversa e explique novamente a importância dessa responsabilidade.

RESPONSABILIDADE SOCIAL

Ela se relaciona a forma que o seu filho se comporta perante a sociedade, a natureza, e, mais para frente, ao trabalho, à política... Basicamente, a responsabilidade social é que vai ajudar o pequeno a construir um mundo melhor, e você com certeza vai se orgulhar muito dele.

Para que o seu filho adquira esse tipo de responsabilidade, conte para ele sobre os problemas do mundo de uma forma que ele possa entender. Por exemplo: diga que a natureza fornece tudo o que precisamos, mas ela tem o seu próprio tempo e, se usamos demais esses benefícios, eles acabarão muito rápido.

Incentive o seu filho a se envolver em algumas causas com as quais ele tem mais afinidade. Pode ser desde oferecer o lanche para um amiguinho que não tem o que comer até praticar uma atividade que, tradicionalmente, não está relacionado ao seu gênero. Com o passar do tempo, ele vai amadurecer seu compromisso com um ou outro assunto e defenderá sozinho seus interesses.

RESPONSABILIDADE CONSIGO MESMO

Desde cedo, a criança pode ter uma grande participação em suas realizações para a própria felicidade. É muito importante que o pequeno tenha consciência sobre o que quer para si e tente conquistar esse objetivo, sempre com o auxílio dos pais.

Isso não quer dizer que você deve ceder aos caprichos infantis. Direcione o seu pequeno e faça-o refletir sobre suas escolhas. Será que aquele videogame novo que ele quer tanto é mesmo necessário para que ele se sinta bem consigo mesmo? Se ele jogar demais, como vai ter tempo de ir à aula de música?

Para auxiliar o pequeno a ser responsável por si mesmo, faça acordos que auxiliem em seu desenvolvimento. Se ele insiste em ter o brinquedo, ensine-o a economizar a mesada para que, daqui a alguns meses, vocês possam comprar juntos o que ele tanto esperou e peça para que ele cuide do novo item para que possa aproveitá-lo por mais tempo.

SEJA O MODELO

Nada disso irá acontecer se o papai e a mamãe não forem exemplos positivos para as crianças. Por isso, se você não é tão responsável quanto gostaria, é melhor mudar de atitude e começar a trabalhar nisso. Comece pelas pequenas mudanças, como lavar a louça após o jantar, e evolua até realizar aquela viagem dos sonhos ou concluir um curso que sempre quis.

Também é muito importante que ambos os pais tenham as mesmas responsabilidades, dividindo-as entre si. Se o homem não lava a roupa, não estende a roupa no varal e sequer cuida do pequeno sozinho, os seus filhos terão o mesmo tipo de atitude, extremamente negativa e que causará muitos problemas que os papais não desejam para as crianças.

A frase “não faça com os outros o que não gostaria que fizessem com você” é uma aliada para toda a família. Lembrem-se sempre dela e, vez ou outra, reflitam se vocês estão agindo da forma correta para com suas responsabilidades.

Publicação:
Blog 

Veja Também

Blog Infantil Alô Bebê


As mamães e futuras mamães sempre buscam informações sobre tudo que envolve bebês. Sempre há uma dúvida, uma curiosidade sobre amamentação, gravidez, alimentação dos filhos, o exoval de bebê e o chá de bebê, qual brinquedo escolher etc, etc. São muitos os assuntos.
A Alô Bebê, a maior rede de lojas de bebê do Brasil, agora tem o Blog Infantil da Alô Bebê, um espaço para tratarmos dos temas que as mamães, as grávidas e as futuras grávidas se interessam e também sempre traremos novidades sobre as nossas 26 lojas de bebê e também a loja online. Sejam bem vindos e esperamos que gostem do nosso blog.

Mais Acessadas