Como dar banho em recém-nascido no inverno

 Banho no inverno

Existem dois momentos opostos que definem o que é tomar banho em dias frios: o primeiro é a resistência de tirar a roupa e ir para debaixo d’água até se aquecer. O segundo é ter coragem de sair do chuveiro e enfrentar mais uma vez o frio para vestir-se. Potencialize esses acontecimentos e você começará a ter ideia de como o seu pequeno bebê se sente nessa estação!

Quase todo recém-nascido gosta de banho, pelo menos depois que teve alguns dias para se acostumar com essa novidade. Essa rotina costuma ser um momento muito íntimo entre a mamãe (ou o papai) e o bebê, uma oportunidade em que você pode cantar e brincar com o seu filho.

Um bom banho é capaz de aquecer o corpo, acalmar e proporcionar sensação de bem-estar para o recém-nascido. Isso tudo porque o momento remete à proteção do útero materno, local em que o seu filho estava quentinho e acolhido há pouco tempo, além de estimular a liberação de substâncias relaxantes no cérebro do bebê.

Mesmo na estação mais fria do ano, o seu pequeno pode desfrutar desse prazer. No entanto, as mamães, os papais e os demais responsáveis pela rotina de higiene do bebê precisam fazer algumas adaptações com o objetivo de minimizar o risco de contrair doenças e de transformar esse momento tão especial em uma experiência nada agradável.

Dicas para o seu filho ficar limpo e cheiroso durante a estação

- Tente dar banho no seu bebê nos períodos do dia que apresentam as temperaturas mais quentes, como o horário do almoço, em vez de banhá-lo logo pela manhã ou antes da hora de dormir. Tudo bem se o pequeno se sujar e você precisar limpá-lo de novo em outro momento.

- Prepare um ambiente quentinho para o banho. Você pode fazer isso ao fechar portas e janelas e deixar o vapor de água do chuveiro se espalhar pelo banheiro. Para não desperdiçar, preencha a banheira com essa água, mas verifique se a temperatura é ideal para que o seu filho possa entrar ou espere um pouco para iniciar a limpeza.

- Independentemente da temperatura ambiente, lembre-se de conservar a temperatura da água entre 36 e 37° Celsius. A pele do bebê é extremamente sensível e passar desse limite pode prejudicar o pequeno. Reserve os banhos “pelando” para você.

- Prefira os banhos de banheira nessa época do ano. Alguns pais estão acostumados a entrar embaixo do chuveiro com os pequenos desde os primeiros dias após o nascimento, mas, como a ducha na maioria das vezes não é capaz de atingir todo o corpo do seu bebê de uma vez só, é melhor deixá-lo imerso na água quente da banheira de bebê.

- Se por algum motivo você tiver que usar pouca água para o banho do seu bebê, molhe uma fralda de pano ou uma toalha de rosto para cobrir as partes do corpo que não estão em contato com a água, como a barriga, o peito e as costas.

- Nos dias gelados, por mais que o seu filho esteja curtindo o momento, é importante não abusar do tempo de imersão: a água esfria mais rápido e em pouco tempo o bebê deixará de sentir conforto e começará a sentir frio.

- Evite o choque térmico antes e após o banho. A mudança brusca de temperatura pode interferir na circulação e respiração do seu filho, além de provocar a perda de calor para o ambiente, deixando-o com frio. Para isso, tire e coloque a roupa do bebê ainda no banheiro em vez de levá-lo até o quarto coberto pela toalha.

- Se não for possível banhar e arrumar o seu filho no mesmo local, dê preferência para as toalhas felpudas e com capuz para transportá-lo. Além disso, providencie o aquecimento do segundo ambiente utilizando um aquecedor ou vapor de água com antecedência.

Banho em recém-nascido

É preciso dar banho todos os dias?

Não. Você não precisa dar banho todos os dias nos recém-nascidos. O banho diário, por sinal, é um hábito bem brasileiro que ajuda a manter a higiene e prevenir doenças, mas, no caso dos pequenos, a alta frequência não impacta na saúde.

Se o seu pequeno não se sujar com saliva, vômito ou cocô, você está liberada para poupá-lo do sofrimento que é tomar banho no inverno. Outras situações que fazem com que o bebê precise de banho é o contato próximo com animais (como lambidas de cachorros), pessoas doentes ou com o solo (quando estão na fase de sentar e engatinhar).

Caso o seu bebê não tenha “se sujado” de alguma dessas maneiras, você pode dar banhos em dias intercalados, com o cuidado de lavar seus cabelos para que eles não fiquem oleosos. Também será preciso manter a região da fralda higienizada e lavar as mãos e o rosto algumas vezes por dia. Ao contrário do que você pensa, eles vão conservar o delicioso cheirinho de bebê e ninguém será capaz de dizer que o pequeno não tomou banho.

No entanto, conforme elas crescem, é essencial incluir o banho todos os dias, pois é comum que as crianças prefiram brincar, correr ou ver TV em vez de enfrentar o chuveiro, ainda mais quando o dia está muito frio.