Cuidados com o corpo, pele e cabelos no verão

Cabelos lindos

Cremes com protetor solar e bonés são excelentes alternativas de uso quando for expor o cabelo ao sol, cloro de piscina, vento, areia e sal de mar, que são inimigos dos fios. Os mais prejudicados são os que sofreram alguma reação química, como tintura, mechas e permanentes.

Além disso, evite deixar o cabelo secar com a água do mar nos fios. Se quando sair do mar não houver chuveiro por perto, jogue água mineral e para evitar que fiquem quebradiços, não os prenda molhados. Durante o verão, troque seus produtos de cabelo diários por outros que contenham filtro solar.

Isso evita que o cabelo vermelho fique laranja, o loiro fique verde e o castanho ganhe mechas amarelas.

Fresca sim, e daí?

O calor deixa a pele suada, mas nem por isso você pode abandonar seus produtos de beleza. Use-os alternando com cuidados especiais no banho e verá que dá pra se sentir fresquinha sempre. Para isso, nada de chuveiradas geladas contra o calor.

Água fria e corpo quente resultam em choque térmico, fazendo o organismo trabalhar para se aquecer. Daí é suor na certa. Prefira tomar banhos mornos. Logo após o banho, use e abuse dos géis hidratantes, que se espalham e penetram mais rápido do que cremes e deixam a sensação de frescor.

Saudável cor de verão

Filtro solar continua sendo item obrigatório e indispensável em todas as estações do ano, principalmente no verão. O excesso de sol pode levar ao câncer de pele e ao fotoenvelhecimento, formando rugas e manchas na pele. Por isso, aquela velha dica de horários propícios de exposição ao sol continua valendo: até as 10h e após as 15h.

Entre estes horários, não deixe de usar filtro solar de fator de proteção altíssimo. Para ganhar a cor do verão, use o protetor próprio para sua pele. Inicie com fatores altos e vá diminuindo progressivamente à medida em que for ganhando bronzeado.

Muitas pessoas recorrem ao uso do bronzeamento artificial para ficar com a cor do verão o ano todo, ou ainda, porque não gostam de se expor ao sol, mas não querem ficar sem um bronzeado. Porém, fazer uso de cabines de bronzeamento artificial não faz bem à saúde.

O alerta de risco que os médicos costumam dar à população pode ser representado por três fases dentro do processo de evolução da doença: bronzeamento aos 20, rugas aos 30 e câncer de pele aos 40 anos.

Por isso, se você faz parte do grupo que quer ficar longe do sol, mas com cor de verão, opte por usar os cremes autobronzeadores.

Eles não fazem mal à pele, pois apenas pigmentam a última camada da epiderme, proporcionando coloração semelhante ao bronzeado. Antes de aplicar o produto, verifique na composição se você não tem alergia a algum dos componentes. Há várias marcas de cremes bronzeadores disponíveis no mercado.

Tendo estas considerações em vista, fica muito mais fácil e gostoso curtir o verão e aproveitar o melhor do sol. Prevenção e cuidados são as melhores soluções para garantir o sucesso do seu verão.