Saiba tudo sobre a doação de leite materno

Não existe alimento melhor para a saúde de um recém-nascido que o leite materno. Além de ajudar na formação de seu sistema imunológico, também coopera na prevenção de alergias e intolerâncias. A grande questão, é que nem todas as mães conseguem amamentar seus pequenos. Logo, os bancos de leite são a solução perfeita para as que sofrem com esse problema.

O Brasil possui a maior rede de bancos de leite humano do mundo e embora o número de doadoras seja bem elevado, ainda é necessário que as doações aumentem cada vez mais, para abastecer todas as unidades atendidas.

Infelizmente, muita gente não sabe como doar ou acredita que o processo é difícil e demorado. Sendo assim, conheça um pouco mais sobre como colaborar:

Quem pode doar e como se cadastrar

Qualquer mulher saudável, que esteja na fase de amamentação e produza leite de sobra para seu bebê. Só é preciso entrar em contato com o banco de leite mais próximo, manifestar a vontade de doar e pronto. Um cadastro será feito, para informações sobre uso de medicamentos, estado de saúde, etc. Se tudo estiver bem, você será orientada para realizar a coleta em casa (se assim optar) ou será encaminhada para o banco mais acessível.

Coleta em casa

Não é difícil coletar o leite em casa, mas requer muita higiene. Basicamente você precisará de um pote de vidro (bem esterilizado), lavar bem as mãos e prender os cabelos. Feita a coleta, identifique o vidro com seus dados e armazene-o no freezer. O Blog Gestar, tem um post bem detalhado sobre a coleta de leite para doação, caso realmente queira doar você pode conferir as principais dicas aqui.

Controle de qualidade

O leite que chega ao banco é rigorosamente selecionado e classificado. Primeiro é preciso avaliar seu aspecto e observar se o armazenamento foi feito corretamente. O volume e a quantidade de gordura presente no líquido também são itens importantes. Somente depois de todas as análises o leite é congelado e separado para doação

Há algum tipo de pagamento?

Embora nos Estados Unidos a venda de leite materno seja possível até mesmo pela internet, no Brasil essa prática é proibida. Isso porque, a qualidade não é garantida e pode prejudicar a saúde dos bebês. Aqui, tudo ocorre de forma solidária e sem remuneração.