Sidney Sampaio: pai de primeira viagem


Sidney Sampaio curtiu o primeiro Dia dos Pais com o filho nos braços. Leonardo, de oito meses, é o grande motivo de orgulho para o ator, que interpretou o personagem Érico na novela “Ti-ti-ti”. Longe da televisão desde o fim deste trabalho, ele se dedica à experiência da paternidade.

“Estou aproveitando, porque sei que essa fase tão gostosa do bebê não vai voltar.” Leonardo é fruto do relacionamento de Sidney com a publicitária Juliana Gama, com quem pretende oficializar a união em breve.

Aos 30 anos, o ator conta que sempre teve o desejo de ser pai, fala sobre os planos de aumentar a família e afirma ser bastante participativo nos cuidados com o filho. Nesta entrevista exclusiva à Alô Bebê, o ator fala sobre a experiência da paternidade.“Troco fralda, dou papinha, coloco para dormir, dou banho. Carinho e amor nunca são demais.”

Alô Bebê: O que a chegada do seu filho, Leonardo, trouxe de mudanças na sua vida?

Sidney Sampaio: Acho que tudo mudou, é até difícil falar. Com o nascimento do bebê, notei que acabamos ficando crianças novamente, porque passamos a olhar tudo à nossa volta com olhar de descoberta, típico dessa fase da vida.

Alterei minhas perspectivas, passei a querer ser um cara cada vez melhor. A chegada do Leonardo foi uma renovação. É uma experiência incrível. Considero como um grande momento de reflexão e positividade, que me fez desejar apenas o melhor.

Alô Bebê: E você faz a linha “pai participativo”?

Sidney Sampaio: Olha, eu me considero bem participativo, viu? Troco fralda, dou papinha, coloco para dormir, dou banho. Acho isso muito importante, pois ajuda a estabelecer vínculos. A mãe é fundamental, todos sabemos. Mas quis acompanhar tudo de perto. Carinho e amor nunca são demais.

Alô Bebê: A gravidez foi uma surpresa para você?

Sidney Sampaio: A gravidez, realmente, não foi planejada, mas o bebê foi sempre muito querido. Sempre tive o sonho de ser pai e formar uma família. Acredito que foi a melhor coisa que me aconteceu.

Alô Bebê: Como foi a escolha do nome?

Sidney Sampaio: Fui eu quem escolhi o nome Leonardo. A Ju me deixou escolher. Considero que Leonardo seja um nome forte e, além disso, acho o apelido – Léo – muito agradável. O nome também me traz a lembrança de Leonardo Da Vinci, um ser humano grandioso. É um artista que admiro muito.

Alô Bebê: Você é um papai de primeira viagem. Seu filho já te deu algum susto?

Sidney Sampaio: Acho que o maior susto foi quando o Léo ficou com 40 graus de febre. Foi uma reação a uma vacina que ele tomou quando ainda tinha poucos meses. Sem dúvida, foi o maior medo. Ele ficou doentinho, não queríamos vê-lo daquele jeito, mas logo ficou tudo certo.

 

Alô Bebê: Tem alguma brincadeira que você perceba que seja a preferida do bebê?

Sidney Sampaio: O Léo é muito ligado em sons. É incrível como curte dormir com música. Eu canto, imitamos barulho de percussão, bateria, ele se amarra. Fazemos barulhinhos e ele interage, dá risadas. É um barato.

Alô Bebê: Como paizão, já imaginou levando-o para o estádio torcer para seu time?

Sidney Sampaio: Olha, vou ser sincero, não torço para time algum, mas já está rolando uma campanha para ver qual será o time dele. A mãe é vascaína e quer que ele seja Vasco, mas a avó materna é botafoguense e torce para que ele vire Botafogo. Eu, particularmente, sou desapegado de futebol.

Alô Bebê: Já bateu a vontade de ter mais filhos?

Sidney Sampaio: Ah, eu quero ter mais filhos, claro. Gostaria de, pelo menos, mais um. Adoraria ser pai de uma menina, mas se vier outro menino também vai ser ótimo, não vou achar ruim. É aquela coisa: o importante é que venha com saúde.

Alô Bebê: É verdade que o bebê foi gerado fora do Brasil?

Sidney Sampaio: É verdade, sim (risos). Estava na Argentina por conta das gravações da competição “Maratoma” [quadro do programa “Domingão do Faustão”, exibido no primeiro semestre de 2010] e rolou. A Ju estava comigo nessa viagem. Mas ele só foi produzido na Argentina, a maior parte da gestação e o nascimento do Léo foram no Rio de Janeiro mesmo.

Alô Bebê:
E planeja mais uma viagem para lá para comemorar?

Sidney Sampaio: Está nos nossos planos, sim. Eu quero. Quem sabe aí não vem a Valentina (risos)?

Alô Bebê: Já tem até o nome escolhido caso venha a ser pai de uma menininha?

Sidney Sampaio: É, a princípio é esse o nome que temos em mente, mas pode ser que seja outro. Por enquanto, é essa a ideia.

Alô Bebê: Quando a Juliana engravidou, vocês estavam no início do relacionamento. Hoje, vocês vivem juntos. Pensam em oficializar a união?

Sidney Sampaio: Sim, sim. Moramos juntos aqui no Rio. Desde o início do ano, pensamos nisso. Temos só que ver a melhor forma, o melhor momento. Acredito que será em breve e de forma especial.

Alô Bebê: Que valores você pretende transmitir ao seu filho?

Sidney Sampaio.: Acho que o mais importante é estimular boas atitudes e endossar questionamentos. Não existe verdade absoluta. Quero que ele tenha pensamentos e questionamentos para evoluir. Quero plantar atitudes positivas para que não se comporte de maneira egoísta, que não seja aquele tipo de pessoa que olha apenas para o próprio umbigo.

Alô Bebê: Depois de participar da reta final de “Ti-ti-ti”, você curte um período de férias da televisão. Tem algum plano para este semestre?

Sidney Sampaio: Por enquanto, não. Estou curtindo esse momento, que está sendo muito especial. Aproveito a vida, porque sei que essa fase tão gostosa do bebê não vai voltar. Tenho lido alguns textos de teatro e, quem sabe, acerto minha volta aos palcos para o fim deste ano. Estou com saudade do teatro. E sigo contratado da TV Globo. Então, pode ser que logo pinte algum trabalho.