O fenômeno mirim - Larissa Manoela

 

A postura de gente grande e o jeito de menina são tão marcantes quanto o brilho no olhar, quando Larissa Manoela entra nos sets de filmagem e começa a interpretar. Talvez por isso ela tenha sido o grande destaque da novela “Carrossel”, regravada pelo SBT.

“Protagonizar uma novela dedicada às crianças foi maravilhoso, a melhor experiência da minha vida. Guardo muitas coisas boas e grandes aprendizados desse trabalho”, conta Larissa.

Mas não pense que ela parou por aí! Se antes de entrar em “Carrossel” a lista de trabalhos da atriz já era grande, com o término das gravações ela investiu com força total em sua carreira e está cheia de projetos. “Comprei um ônibus para me lançar na carreira musical. Meu primeiro CD será lançado em breve com algumas regravações e músicas inéditas. E depois sairá a segunda temporada dos meus shows. Além disso, também saímos em turnê pelo Brasil com o show de ‘Carrossel’”, conta a atriz.

Mesmo com tantos compromissos na agenda, essa estrela mirim conseguiu um tempinho para conversar com Alô Bebê, que descobriu ainda mais novidades. Confira!

Alô Bebê: O que mudou em sua vida depois do sucesso estrondoso de “Carrossel”?

Larissa Manoela: Quase tudo. Os amigos, o assédio, a rotina profissional. Tinha alguns amigos que não sabiam separar a Larissa da Maria Joaquina, até por isso nunca gostei de falar sobre minha experiência profissional no colégio.

Alô Bebê: Você ainda consegue fazer coisas que as meninas da sua idade fazem?

L.M.: Sim, sempre que possível. Procuro ir à casa das minhas amigas, passear no shopping, brincar em parques. Só é mais difícil porque as pessoas me reconhecem e pedem fotos e autógrafos, mas eu não me incomodo. Também adoro ler e brincar com a Guilhermina, minha cachorrinha.

Alô Bebê: Qual a maior dificuldade em conciliar os compromissos profissionais com a escola e a vida pessoal?

L.M.: Por enquanto não encontrei dificuldade, pois a minha agenda é muito bem estruturada pelos meus pais e pela minha assessora, que sempre priorizam a escola. E eu também sou perfeccionista e não me permito tirar notas baixas, por isso faço de tudo para conciliar as coisas da melhor maneira.

Alô Bebê: Alguém influenciou você para entrar na carreira artística?

L.M.: Não, foi algo que partiu da minha vontade, sempre fui muito extrovertida e comunicativa. Meus pais me apoiaram, mas não me obrigam a nada. Estão sempre preocupados em cuidar da minha agenda, para que eu não fique cansada. Sempre gostei de brincar de desfiles com as roupas da minha mãe, então comecei na carreira de modelo, mas percebi que queria ser atriz.

Alô Bebê: Você nunca pensou em seguir no mundo da moda?

L.M.: Sempre procuro estar antenada com as tendências da moda. Gosto de fazer coisas como modelo, mas um exame mostrou que eu terei no máximo 1,68 m de altura, e para a passarela é preciso ter pelo menos 1,74 m. Então prefiro atuar, mas me preocupo sempre em estar bem-vestida e gosto de vários estilos. Tem dias que eu prefiro estar mais romântica; outro dia, de patricinha, descolada, roqueira, colegial, enfim.

Alô Bebê: Carrossel foi o seu primeiro trabalho no meio artístico?

L.M.: Não, já tinha feito bastante coisa antes. Eu participei do seriado “Mothern”, do GNT, da série “Dalva & Herivelto” (2010), da Rede Globo, dos musicais “A Noviça Rebelde” (2009), “Gypsy” (2010) e “As Bruxas de Eastwick” (2011), do filme “O Palhaço” (2011) e da novela ”Corações Feridos” (2012), que antecedeu “Carrossel”, no SBT.

Alô Bebê: Você chegou a receber propostas de outras emissoras?

L.M.: Sim, fui indicada por três pessoas para fazer uma novela na Globo, mas, como já havia assinado o contrato com o SBT, resolvi agradecer e recusar o convite.

Alô Bebê: O que já pode nos adiantar sobre os boatos de que você irá protagonizar a novela que sucederá “Chiquititas”?

L.M.: A única coisa que sei é que farei parte do elenco, mas não foi passada nenhuma outra informação. O que é certo por enquanto é que vou para a segunda temporada do meu show, vou lançar o meu CD e estou fazendo muitas campanhas publicitárias e presenças VIP.

Alô Bebê: O que você faz com os seus cachês?

L.M.: Meus pais guardam em uma poupança para mim. Por enquanto não uso, pois quero investir em imóveis quando for mais velha.

Alô Bebê: Você e o Thomaz Costa (intérprete de Daniel Zapata), seu colega de elenco em “Carrossel”, estão namorando. Vocês conseguem sair sem ser assediados?

L.M.: Nós começamos a namorar durante as gravações de “Carrossel” e passamos bastante tempo juntos. Gravamos, vamos ao shopping, trabalhamos, brincamos. Não vou mentir, é difícil passarmos despercebidos quando queremos sair, pois os fãs sempre pedem fotos, autógrafos e querem conversar. Mas por termos a mesma profissão tudo fica um pouco mais fácil. Entendemos o assédio, temos agendas parecidas e somos compreensivos com os compromissos um do outro.

Você sabia:

Larissa foi descoberta andando por um supermercado em Guarapuava (PR), sua cidade Natal, e logo engatou a carreira de modelo. Ela teve que se mudar para São Paulo com os pais, assim que assinou o contrato com o canal GNT, pois antes eles ficavam indo e vindo em função do trabalho da filha. A mãe deixou até o emprego de pedagoga para cuidar da carreira de Larissa.