Troninho infantil, quando é a hora certa de incentivar o seu pequeno a aprender a usá-lo?

troninho infantil

Muitos pais têm dificuldade de saber qual o melhor o momento de incentivar seus filhos a usar o famoso troninho infantil. A melhor fase para isso, é a de aprendizagem, que começa a partir dos 18 meses (1 ano e meio). A partir dessa idade ele já começa a desenvolver o controle de seus atos: como andar, pegar, apontar, tentar falar, etc.

Os pais devem fazer deste momento um incentivo para a criança usar o troninho. Para isso, é preciso atentar-se a todos os lugares que se deixa a criança, como na creche, com parentes, conhecidos, ou qualquer pessoa que passe algum tempo com o bebê. Todos devem ficar cientes que a criança está começando a aprender a usar o troninho, para assim, colaborarem no processo de educação.

Leve seu filho em horários que ele costuma fazer suas necessidades (normalmente é logo após a alimentação ou mamadeira). Acompanhe o pequeno até o banheiro várias vezes ao dia, mesmo que nada seja feito, pois assim ele começará a se acostumar com o ambiente. Logo em seguida, comemore a prática fazendo brincadeiras e elogiando a criança. Outra dica é conversar bastante com ele durante o momento, tentando incentivar a fazer o que precisa no troninho.

No começo, não dispense as fraldas, elas ainda serão necessárias quando sair de casa ou a noite. Entretanto, em todos os passeios, pergunte ao seu filho se ele tem vontade de fazer cocô ou xixi e se necessário, leve-o até o banheiro mais próximo. Caso seja feito na fralda, mostre onde deveria ter sido feito, dê descarga e novamente converse com ele.

Em dias quentes é conselhável deixar a criança apenas de cuequinha ou calcinha, pois as vezes elas acabam fazendo seus dejetos ali mesmo. Isso ajuda na percepção do que acontece se o penico não for utilizado. Mantenha a postura de perguntar se o pequeno deseja usar o troninho. Em determinadas circunstâncias, a criança pode parar de usar fralda a partir dos 2 anos.

Levar a criança durante a madrugada para no troninho para fazer xixi e cocô também é indicado, substituindo a fralda, pois assim a criança não fica confusa em relação a saber onde fazer e quando fazer. Este hábito colabora para que a criança entenda que não se deve molhar a cama, treinando a conter a micção. Normalmente o bebê faz de duas a três vezes xixi por noite, durante a prática de levá-lo ao assento infantil, essa quantidade de vezes diminuirá.

Os meninos devem primeiramente aprender a usar o penico sentado e só depois de saber conter a micção que é possível ensiná-los a fazer pipi em pé, e também a partir do momento que apresentam grande equilíbrio.

É essencial não perder a paciência, sempre mantenha calma, pois nenhuma criança é igual a outra e pode ter maiores dificuldades durante o processo de aprendizagem. Se você perder a paciência pode colocar tudo a perder, problemas de enurese noturna (emissão involuntária de urina) pode ser decorrente de pertubações de causas emotivas.

Torne esse momento um dos mais divertidos e construtivos do dia. Existem livros infantis que ensinam a criança a usar troninho que facilitam muito o aprendizado. Tudo é uma questão de prática!

Qual o modelo de troninho mais indicado?

Há diversos modelos de troninhos para atender todos os gostos. Os de personagens e que tocam musiquinhas, são perfeitos para que seu filho sinta-se motivado a continuar o aprendizado, afinal, tornar esse momento mais alegre é essencial para que os pequenos repitam a ação.

Uma outra opção é o uso do redutor de assentos, que deixam o vaso sanitário em um tamanho mais adequado para o pequenino. Para quem preferir essa alternativa, a dica é escolher um modelo que tenha alças laterais para que a criança possa se segurar e ficar mais à vontade.

Para usar o redutor compre também um banquinho ou escadinha para que a criança consiga alcançar o vaso sem problemas e a altura não seja empecilho para usá-lo.