Viagens de avião na gestação

As férias chegaram e você está planejando viajar com a família? Portanto é muito importante prestar atenção quanto a saúde da futura mamãe e do bebê, pois há algumas restrições para quem está esperando um bebê e pretende viajar de avião.

A orientação da maioria dos médicos é de que a futura mamãe possa viajar sem grandes restrições até a 27ª semana. Lembrando que ela não deve ter problemas como sangramento de escape, diabetes, pressão alta ou já tenha tido um bebê prematuro.

Vale ressaltar que muitas mulheres preferem viajar entre a 14ª semana e a 27ª, pois os enjoos já passaram e os riscos de abortos espontâneos diminuem. É recomendado para a gestante consultar o seu médico antes de viajar para verificar se está tudo bem com ela e com o bebê.

Para as viagens de avião há algumas regras que a gestante precisa verificar com a companhia de viagem pela qual ela irá embarcar. Em geral a partir da 28ª a 35ª semana, é necessário o atestado do obstetra e o preenchimento de um formulário oferecido pela empresa aérea. A partir da 36ª além dos documentos, é necessário a presença do obstetra para que ela possa viajar. E quando ela completar 40 semanas, só será permitido o embarque em caso de urgência.

Dicas para uma viagem mais tranquila durante a gravidez

Viagens de avião são sempre estressantes, ainda mais quando são longas. Tente pegar um dos assentos que tenham maior espaço para as pernas e que seja no corredor, esticar as pernas será muito bom para a circulação e as idas e vindas ao banheiro ficarão mais fáceis.

Tomar bastante água e fazer exercícios, de pé ou sentada, esticando as pernas, puxando os calcanhares para fora e flexionando os pés para trabalhar a panturrilha, poderão relaxá-la e deixar a viagem mais confortável.

A gestante também pode optar por roupas mais confortáveis na hora de viajar, pois também ajudarão nas idas ao banheiro. Além disso, mantenha sempre o cinto de segurança afivelado embaixo da barriga.

Levar um lanchinho leve também é importante para evitar enjoos e não ficar com fome por muito tempo.